Você tem histórias para contar?

O Gary Vaynerchuk fala muito sobre “não crie, documente”. Vai na questão da gente parar de ficar criando conteúdo e passar a contar o que faz no dia a dia. Se você estuda e pratica um determinado assunto, você vai ser ser capaz de contar não apenas histórias do que você estudou ou viu em vídeo, mas poderá contar o que fez, suas dificuldades de aprendizado e o seu caminho na prática.

Continue reading “Você tem histórias para contar?”

Rejeição x Repulsa

Quando penso em uma das minhas atividades de trabalho,  de capacitar pessoas e ajudar no ganho de consciência,  lembro sempre da conversa do insistir x persistir.

E estava pensando nas palavras rejeição x repulsa. Estas palavras podem ajudar nesse processo de seguir em frente. Ou de entender melhor sobre o que estamos falando.

Continue reading “Rejeição x Repulsa”

Aposentadoria por alívio?

Assistindo um vídeo do Ricardo Semler, ele comentava sobre a transição chegando para trabalhar em uma empresa onde os executivos falavam sobre como ela era “uma grande família“. Problema: ao final da jornada de trabalho essa família realizava “revistas” nas pessoas. Da mesma forma, se tornava presente outras políticas que deixavam visível a falta de confiança entre empresa e seus colaboradores.  Ou simplesmente políticas organizacionais que “são assim porque sim“.

Continue reading “Aposentadoria por alívio?”

Tipos de inovação?

Não sei se a palavra melhor é tipo ou foco ou classificação mas o ponto é que podemos inovar em diferentes perspectivas. Quando olhamos para um produto, para a forma de gerir, para a evolução de tecnologia que acontece ao nosso redor e transborda na nossa vida. O importante é estar conectado com estes diferentes fluxos.

Muitas vezes observar é o suficiente para iniciar um processo de inovação. Um produto pode mudar, simplesmente ao observar o público alvo. Foi o que a IDEO fez com OralB nas escovas de dente para crianças, muitos anos atrás (1996).

Continue reading “Tipos de inovação?”

Pare. Respire. Olhe ao seu redor. 

Estamos encontrando pokemons, quando olhamos ao redor. E o que mais está por aí “escondido”, que não estamos percebendo nem dando atenção na nossa vida? — Daniel Wildt 

Talvez seja necessário deixar de lado todas oportunidades de interrupção que temos como email, whatsapp, redes sociais e jogos, e começar a refletir. O que está escondido que você gostaria de encontrar? Todo dia é uma oportunidade de melhorar nossos filtros e focos.

— Daniel Wildt

Depois das regras, a hora de contribuir

A gente fica tempo demais ensinando processos e regras para quem trabalha e convive conosco.

Não vá ali, preencha isto, deixe este tipo de material aqui, cuidado quando for lá, não faça isso agora, faça isso deste jeito aqui, melhore aquilo, e por aí vai. 

Continue reading “Depois das regras, a hora de contribuir”