Sobre a morte?

Ela está presente e vai acontecer na nossa vida a ao redor da nossa vida. Pessoas que amamos, pessoas que conhecemos, animais que vivem e nos complementam de diversas formas. E aí? Melhor deixar para lá e deixar a vida acontecer, ou ser intencional sobre o que estamos fazendo?

Continuar a ler

Rolling Stones and Kierkegaard? Be kind to yourself.

Sometimes we believe that a world with justice is one where people have everything they “deserve”. That can be something good or bad.

I don’t know what you think, but I don’t get everything I believe I deserve (just good stuff)… and sometimes I don’t even know if I really want it.

It may be just something to look for, not a real destination?

But let me tell you more about this tittle. Well…

Continuar a ler

Suponha, ou a ciência do chute.

CHUTE pode ser descrito como “cálculo hipotético universal técnico estimativo”. Uma definição para amparar a nossa incapacidade de ter uma certeza.

É uma suposição, com tudo o que sabemos até aquele momento. Eu uso suposições para poder seguir em frente, quando me falta conhecimento sobre determinado assunto.

Continuar a ler

A oportunidade vai embora, lembra disso

Um professor uma vez me falou que oportunidade era para ser agarrada de frente. Depois dela passar, não existe “dar um jeito” de recuperar.

Acredito muito nestes momentos e trago eles pra perto de mim quando penso em priorizar. Quando priorizo, estou dando atenção para oportunidades. Existe um processo de decisão, entendimento se algo vai ser relevante mesmo ou não. Existe planejar, preparar, quando o assunto envolve pensamento de longo prazo.

Mas… ainda tenho aprendizados para fazer.

Continuar a ler