Épicos ou User Stories? #dwildt101 ep 46

Qual a diferença entre épicos e user stories? Eduardo Brasil mandou a mensagem e no vídeo falo de conceitos como 3C e cone da incerteza.

Um épico é um início para pensar nas entregas de valor. Pensar em um épico também é uma forma simples de criar um lembrete para algo que pode se tornar importante mas depende de priorização e momento do seu produto/projeto.

Continuar a ler

Montando um roadmap. Qual a estrutura?

Mapear a estrada. Pensar em um roadmap deveria gerar em todas pessoas um sentimento de esperança. Em mim vem o pensamento daquela estrada bonita, asfaltada, uma grande linha reta para a evolução contínua de um produto ou serviço.

Mas no final do dia, ele é uma lista de tarefas com um certo grau de detalhamento ou não. Com muitos riscos e possibilidades de falha. Vamos falar sobre a montagem de um roadmap?

Continuar a ler

Melhoria contínua no backlog. Como faz? #dwildt101 ep 44

Contexto: uma equipe trabalhando com ciclos iterativos, usando Scrum, quer melhorar e trabalhar melhoria dentro do ciclo de trabalho. O Cassio Dias mandou um comentário indicando o seguinte:

… Dias atras entrei em uma discussão com um colega aqui do time sobre SCRUM (que “usamos” aqui) e os gaps de qualidade que esse meu colega argumentava. Segundo ele todos estão focados em entregar as atividades na sprint e, por isso, quando surge algo para melhorar, quase ninguém o faz para não afetar a entrega. Dai reforcei a importância das retrospectivas e priorizar também essas melhorias para a próxima sprint, algo como debito técnico.

Segundo ele estas melhorias ficam no backlog mas nunca serão priorizadas por causa da pressão normal do dia a dia – Talvez aqui seja uma questão cultural e gestão em priorizá-los…

Continuar a ler

Práticas “informais” X aprendizado “tradicional”. Ainda vamos discutir isto?

Hoje muitas empresas ainda acham o uso de um wiki “informal demais”. Precisam de documentos bem formatados, com responsáveis (culpados) pela edição e parecem pedir por processos rígidos para travar qualquer iniciativa de melhoria.

Tratam de informal aquele conhecimento que é construído de forma emergente representando a realidade. Como se fosse preciso formalizar alguém no papel de professor.

As empresas perdem a chance de desenvolver pessoas criando linhas de aprendizado. Perdem a chance de oportunizar a construção e compartilhamento dentro da organização.

Continuar a ler

Motivação em projetos Longos e comunicação em times distantes. #dwildt101 ep 40

E neste episódio, de número 40, vamos falar sobre comunicação em times separados geograficamente e sobre motivação em projetos longos. A pergunta veio pelo Matheus Girardi, parceiro em diversos eventos que realizo:

“…fala um pouco sobre motivação em projetos longos e como fazer com que a comunicação flua bem em equipes separadas geograficamente” — Matheus Girardi

Continuar a ler

Como se mede produtividade de uma equipe? #dwildt101 ep 38

Francisco Oliveira trouxe algumas questões a serem discutidas nos comentários do episódio 36:

– como medir produtividade individual?
– como tratar quando uma pessoa mais sênior fica deslocada das atividades de entrega olhando defeitos e buscando a resolução?
– ritmo sustentável x defeitos / imprevistos?

Eu falei sobre times de basquete dentro do contexto, também voltei a falar sobre geradores de negação, aquelas pessoas que deliberadamente não ajudam o time no seu crescimento e jogam contra as ações de melhoria contínua.

Continuar a ler