Quando você chegar lá, como vai ser?

Este tipo de pergunta pode funcionar como processo de engenharia reversa quando estamos pensando em um objetivo.

Lembro de uma pergunta clássica quando estou conversando com alguém e pergunto sobre algo e a pessoa diz: não sei. A próxima pergunta que faço é: e se você soubesse como seria?

Quando você está planejando um projeto, fazendo uma “inception” ou pré-jogo para iniciar um projeto, estamos “alucinando” e buscando aprendizado para transformar as alucinações em validações. Cartão / Conversação / Confirmação. É o velho modelo 3C nos ajudando a ganhar perspectiva e crescer conhecimento como equipe e assim entregar mais valor.

Esse jogo de expectativa x realidade é algo presente em tudo que temos contato. Vai desde desenhos, como Magadascar com os pinguins, lembra?

Na Programação Neurolinguística (PNL) aprendi sobre as condições de boa forma, na hora de estruturar um estado desejado, considerando onde estou (estado atual). Essas condições ajudam no processo de perceber e estruturar um objetivo. Olha aí:

  • Positivo. (Acertar mais ao invés de Errar menos)
  • Saber o que você vai sentir / ver / ouvir quando chegar no objetivo? (e saber que pode dar errado como aconteceu com os pinguins, mas isso ajuda na visualização)
  • Ele pode ser alcançado, sendo algo com um tempo possível?  (umas três décadas é algo muito distante, então quebre objetivos menores e busque algo mais paupável)
  • Depende só de mim? (sem dependências de terceiros)
  • É um objetivo ecológico? (não vou ferir ninguém no processo)
  • Qual o contexto do objetivo? Quando quero? Em que situações quero? Quero estar com alguém quando este objetivo for alcançado? (quase um 5w2h)

O processo de engenharia reversa vai ajudar em diversos aspectos da sua rotina. Até Gary Vaynerchuk usou em um episódio do DailyVee na hora de iniciar uma conversa. Ajuda a trabalhar um pouco de alucinação e depois começar. Começar nem sempre é fácil, mas depois que se começa, é a oportunidade de transformar isto em um plano real, execução e tudo mais. O que você quer?

— Daniel Wildt (busque sentido nas suas ações)

P.S.: Este post foi feito depois de assistir o DailyVee 43, onde Gary Vaynerchuk falou sobre Engenharia Reversa de objetivos

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s