Trabalho não tem nada a ver com tranquilidade. Humm… não mesmo?

Não é difícil perguntar para amigos como está o trabalho e receber como resposta “correria”. E eu já respondi assim muitas vezes. Quais as consequências no meu caso? Explico.

Quando eu respondia correria, eu acabava tendo alguns “comportamentos”, por exemplo:

  • Não parava para almoçar.
  • Dificilmente aproveitava para tomar Sol no intervalo de almoço.
  • Quando parava para almoçar, não deixava a minha mesa. Quer dizer, só para pagar a tele-entrega.
  • Dormia pouco. E achava isso o máximo, como se estivesse aproveitando mais minha vida.:-/
  • Me alimentava mal. Culpa da correria.
  • Interrupção? Nada me parava.  Só a chegada da tele-entrega.🙂

Digamos que isso não me ajudou muito no longo prazo. Quer dizer, eu aprendi diferentes técnicas e desenvolvi uma cultura de apreciar as paradas e criar contexto. Acabei desenvolvendo cursos sobre o assunto e até um livro para poder aceitar as pequenas paradas que o nosso dia proporciona e ajudar outras pessoas a seguir no mesmo caminho.

Eu estava lendo um artigo na inc.com tempos atrás e lá se falava sobre diferentes motivos para o estresse no ambiente de trabalho. E puxa, se o trabalho não pode ser foco das pessoas por algumas horas seguidas, temos que buscar formas de identificar o que é que está “parando” o time.

O trabalho pode ser intenso mas ele não precisa nos tirar do eixo. Intensidade é diferente de “correria”. Então coloco um outro conjunto de dicas que podem ajudar o seu processo diário. E que me ajudam. Veja:

  • Respire. Respire fundo. De novo. Perceba que você respira. Aê!🙂
  • Sabe aquela hora de almoço? Faça ela durar pelo menos uma hora. Faça uma pausa para você! Leia um livro!
  • Quando fizer a pausa, evite ficar no local de trabalho. Se por acaso você almoça no trabalho, faça um passeio depois do almoço. Mude de contexto. Novas ideias, novos locais.
  • Pegue Sol. E se eu puder dar mais uma dica para você, use filtro solar (#brincadeira).🙂
  • Melhore alguma coisa no seu ambiente de trabalho. Pequenas mudanças.
  • Colabore no desenvolvimento dos seus colegas. Vai ajudar diretamente no seu crescimento.
  • Crie um ritmo para dormir bem durante as noites. Descubra quantas horas você precisa dormir para ter uma boa produtividade e boa convivência com amigos e família no dia seguinte.
  • Cuide da sua alimentação. Faça pelo menos um lanche nos turnos da manhã e tarde e varie com frutas e outros alimentos saudáveis. Gastamos muita energia pensando e nem percebemos.
  • Cuide do seu corpo. Beba água durante o dia.
  • Se você usa Pomodoro Technique, use os períodos de break para poder revisar se você está cuidando do seu bem estar.

A melhor produtividade não aparece quando conseguimos trabalhar mais horas. Está quando conseguimos encontrar um balanço entre atividades a serem feitas, tempo disponível, foco e metas que sejam parte das nossas causas também. Tudo isto contribui para construir um ambiente produtivo e colaborativo.

O resumo da história é buscar uma vida em balanço mas sabemos que isto é busca e não simplesmente uma escolha. Agora o que podemos é estabelecer o que queremos valorizar e celebrar.

— Daniel Wildt (Assine a minha lista)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s