Trabalhamos por uma causa?

Trabalhamos para gerar algo de valor, que se torna moeda de troca para que o queremos viver na nossa vida. Se conseguimos fazer isto ser algo compatível com os nossos interesses, e conseguimos construir objetivos que se unem a causas que temos interesse em lutar por, temos um belo diferencial competitivo.

Eu trabalho ajudando pessoas a hackearem” o seu processo de aprendizado. Quando alguém me fala que não consegue fazer algo sem tentar entender quais são os reais limites ou qual é o seu real interesse, e quer minha ajuda, eu busco formas de quebrar o problema em ações menores, e ajudar a pessoa a perceber como ela pode validar o conhecimento que possui e testar o interesse.

Já falei sobre pensar a respeito do que queremos nas nossas vidas. E isto vai desde o pensar em estilos de vida possíveis, que pode nos ajudar a visualizar carreiras que podemos ter, atividades que podemos executar, e o quanto de valor conseguimos gerar a partir destas atividades. Vai na capacidade que temos para empreender em um determinado assunto.

Sou filho de uma Professora Estadual. Estes profissionais trabalham em uma função altamente importante, na formação de crianças e jovens que depois vão buscar sua carreira profissional. Estes profissionais recebem valores monetários mensais que não refletem o real valor da profissão que possuem e responsabilidade que carregam. O ponto é fortalecer que dinheiro é apenas parte da equação. Existem outros fatores que nos ajudam a ter uma disciplina para fazer o que temos e queremos fazer.

Agora, pode ser diferente.

Muitas pessoas possuem uma forma para levantar o valor monetário mensal que precisam, para que possam desenvolver a sua causa. Então não necessariamente precisamos trabalhar exatamente naquilo que temos como causa, mas podemos usar uma determinada atividade como sendo catalisadora e geradora de valores monetários para poder fazer outras atividades que temos como causas acontecerem.

Ter uma causa ou causas naquilo que fazemos no dia a dia nos ajuda a ter foco, a ter determinação. Nos ajuda a ir além quando nenhuma força parece sobrar. Queremos ser reconhecidos, queremos ter conforto, queremos muitas coisas. O ponto na equação está em conseguir entender o quanto de valor monetário precisamos, o estilo de vida que queremos viver, as formas de reconhecimento que temos, as nossas formas de celebrar os momentos que estamos vivendo, e as causas que vivemos.

Estas causas podem mudar? Sim. Nossos interesses mudam. E a importância de ter claro o que buscamos e em que acreditamos está justamente neste processo. De seguir focado, de seguir prosperando nos nossos interesses.

— Daniel Wildt (assine a minha lista)

** Este texto faz parte do livro #VivaSeuTempo.

One thought on “Trabalhamos por uma causa?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s