Você tem histórias para contar?

O Gary Vaynerchuk fala muito sobre “não crie, documente”. Vai na questão da gente parar de ficar criando conteúdo e passar a contar o que faz no dia a dia. Se você estuda e pratica um determinado assunto, você vai ser ser capaz de contar não apenas histórias do que você estudou ou viu em vídeo, mas poderá contar o que fez, suas dificuldades de aprendizado e o seu caminho na prática.

O meu processo de montar palestras envolve muito disso. Quando vou falar sobre algum assunto, seja Lean Thinking, algo sobre qualidade de vida, ou até algum assunto mais técnico, eu foco e priorizo em falar sobre o que eu já fiz, pratiquei e tenho certeza que funciona ou que não funciona, nos testes que fiz. Eu conto histórias.

Com isso, eu posso palestrar a qualquer momento, sobre assuntos que eu pratiquei. E se torna natural dizer não para uma palestra. Se eu precisarei pesquisar e criar conteúdo para palestrar, talvez eu não seja a melhor pessoa para falar sobre aquele assunto. E ao mesmo tempo, ganho um tópico novo para praticar, se claro, este tópico faz sentido no meu dia a dia.

Ah Daniel, mas aí fica difícil de montar palestra. Se você pensou assim, talvez seja apenas um alerta, de que você precisa praticar mais e experimentar mais, para poder ter novas histórias para contar.😀

Já falei aqui sobre projetos paralelos e sobre o trabalho de potencializar para que coisas legais aconteçam conosco. Para que isso possa acontecer é legal também entender como estamos, entender quais são estas possibilidades de projetos paralelos ou pensar em quais são estas identidades que temos para aplicar no dia a dia e com isso ganhar novos aprendizados.

Você vai se tornar o que faz. E sempre é hora de fazer diferente, fazer melhor. E esse processo é não um grande evento. É contínuo, nem euforia, nem depressão.

Uma reflexão ou pensamento no futuro pode ajudar nesta estruturação de objetivos. No fim do dia é aquela visão: se o que você faz não está bom, se não te ajuda, queremos achar formas de parar de fazer ou ajustar. Se é bom, se te ajuda a crescer e se tornar uma pessoa melhor, queremos fazer mais. E sempre documentando.😀

Ah, esse post saiu depois que li essa frase do Seth Godin:

Because it’s our narrative that determines who we will become. — Seth Godin

— Daniel Wildt (acompanhe meus vídeos pelo canal do youtube)

P.S.: sobre o GaryVee: Document, Don’t Create.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s