A brevidade e a importância das jornadas

A vida sendo louca ou não, é breve. Por mais aterrorizante que seja, todos sabemos que um dia chegaremos ao final da nossa jornada por aqui. O que acontece do ponto onde nascemos até o fim dos nossos dias, é a nossa principal jornada. A da vida.

Mas essa nossa jornada é feita de várias outras jornadas. São ciclos, fases, diversos nomes são dados. Quando mudamos a direção de forma drástica, falamos que estamos em uma nova fase de vida. Quem tem estilo muda guarda roupa. Quem tem foco muda de lente. Quem tem cabelo muda o penteado!🙂

Nossas jornadas podem ser formas de reinventar a nossa vivência, nossa existência. E neste processo, a importância de valorizar os passos que damos. Falei já da importância do primeiro passo, mas aqui é entender a importância de valorizar os passos que estamos dando, valorizando os aprendizados.

Sêneca, filósofo (4 a.C.? – 65 d.C) escreve no seu texto “Sobre a brevidade da vida” sobre a vida dos ocupados, em uma das passagens. Os que querem longamente viver, mas não se permitem viver aquilo que querem. Deixam para depois objetivos e ações que querem realizar, e ficam se dedicando e esforçando de forma inútil visto que o esforço que fazem de nada será aproveitado.

Qual a recompensa no final?

Hoje estamos aqui. No segundo seguinte um carro pode capotar do seu lado e aí se nota como é fina a linha entre o estar aqui e o deixar de ser.

E sendo assim, e sendo que muitas vezes vivemos assim, porque seguimos? Ligamos o piloto automático, e ficamos na expectativa perceber o que será necessário para conseguirmos ter momentos de reflexão reais. Como poderemos então perceber e notar que estamos nos jogando no ralo quando não refletimos sobre os nossos passos?!

Comece hoje! Reflita sobre o que você tem feito no seu dia a dia. Que atividades está fazendo? Que realizações está tendo? Que sonhos estão sendo deixados para trás?

Eu venho mudando meu estilo de vida, e mudando a minha forma de ver o mundo, trocando horas produtivas por produtividade nas horas, ajudando pessoas a buscarem seus objetivos, ajudando equipes a serem felizes no seu dia a dia e ajudando organizações a serem efetivas em cultivar uma cultura de aprendizado e melhoria contínua. E uma das formas de ver como pode ser a vida.

Somos reflexo das nossas ações.
Somos reflexo das nossas crenças.
Somos reflexo daquilo que somos.
Quem é você hoje?

A sua jornada atual, ela está valendo a pena?
Já parou para pensar?

— Daniel Wildt (faça parte da minha lista!)

Extras:

1: O #SomDoDia escrevendo este texto vai para Cazuza, Viva Louca Vida.

2: O fato do carro capotando não foi uma metáfora. Eu estava caminhando em uma estrada e pude acompanhar um carro capotando ao meu lado, no início de novembro. Felizmente todos saíram bem do tal acidente. E eu pude perceber mais uma vez a linha fina entre o estar aqui e o deixar de estar. A dica para estar “tranquilo” com relação a isto? #VivaSeuTempo.

3 thoughts on “A brevidade e a importância das jornadas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s