Sete perguntas para organizar ações – O 5W2H!

Leave a comment

#VivaSeuTempoQuando alguém começa a pensar em uma ação, uma meta, um objetivo, e tenho a chance de ajudar, começo a querer questionar algumas coisas. O objetivo é para ajudar a pessoa a conhecer mais daquela ação e entender quais são as restrições. Eu adoro restrições. Entendo que elas nos ajudam a ter mais visibilidade e nos ajudam a perceber melhor os riscos envolvidos. Aqui vou mostrar como faço uso do 5W2H, uma série de perguntas que são muito úteis. Acompanhe!

Quem? (Who)

Eu começo perguntando quem vai fazer a atividade? Quero entender aqui quem está no controle. Não adianta termos um objetivo que dependa totalmente de outras pessoas, afinal de contas quais as chances de alcançarmos? Será que é um objetivo nosso mesmo? Indo ainda nesta linha, podemos pensar em quem precisa saber sobre esta atividade e qual o envolvimento da pessoa. Se é alguém para ser consultado, informado, ou responsável também pela ação.

O que? (What)

Aqui chega a hora de ser bem específico. De mostrar o que se quer alcançar. Se você quer algo medido em quantidade, seja específico de quanto quer. Se é um percentual de melhoria, o quanto quer melhorar. O ponto aqui é lançar a meta que se quer alcançar.

Porque? (Why)

Qual o propósito desta ação? Porque estamos fazendo ela? Aqui chegou a hora de questionar propósito, de questionar validade desta ação perante outras. Aqui seria a chance de dizer não ainda para o objetivo ou verificar que é melhor delegar ele para outra pessoa mais interessada no assunto em questão. Agora, se é você que vai fazer, entender porque está fazendo. Isto vai ajudar no processo de motivação.

Quando? (When) 

Qualquer dia ou um dia não é uma opção. Pense a respeito de quando você quer ter esta ação concluída. Esta data vai servir para garantir que você está dando a atenção necessária para esta ação, ou pelo menos vai permitir um momento de aprendizado, para que você possa revisar e planejar novamente. Outro ponto de atenção aqui é pensar na data para iniciar a ação. Deixar para a última hora não é uma opção legal também.

Onde? (Where)

Esta ação precisa ser feita em um local específico? Isto pode envolver custos ou preparação antecipada. Parece uma pergunta “boba” mas ela é muito importante. Eu vou palestrar no TDC 2014 em Florianópolis (\o/). Preciso entender que ao pensar na ação de montar a palestra do evento, que vai ser em Florianópolis, preciso pensar em custos de viagem, hospedagem e outras questões necessárias para eu poder chegar lá.

Como? (How)

Agora chegou a hora de detalhar mais a ação, para entender como ela vai ser alcançada. Apesar de ter uma ideia do plano de ação completo, lembre que a primeira ação é a mais importante. Então lembre de ter uma data para iniciar o seu plano de ação. E lembre que a primeira ação é a mais importante de todas. Ela vai fazer você sair da inércia. E vai te ajudar a entender os próximos passos. Ah, o plano pode mudar durante o caminho, isto é natural quando você acaba aprendendo coisas novas e ganha novas perspectivas sobre a ação que está buscando.

Quanto custa? (How Much)

Para executar esta ação quais os custos envolvidos? Este levantamento pode ajudar a entender da viabilidade da ação. Ainda pode ajudar a planejar compras necessárias. Exemplo, compras de passagem de avião, precisamos entender custos e até ajudar no plano de ação (How) para entender quando precisamos fazer esta tarefa.

Resumindo? 

O 5W2H é show! :)

Use no seu dia a dia e tenha objetivos mais claros definidos. Boa diversão!

About these ads

Mantra das possibilidades – papo no Agile Brazil 2013

Leave a comment

E saiu uma das minhas palestras no Agile Brazil 2013! Um papo sobre algumas coisas que venho aprendendo na minha carreira, e muito das Metodologias Ágeis como uma filosofia e não somente um conjunto de práticas. Curte aí e compartilha!.

Real, Legal, Normal – Última meta de 2013, primeira realização de 2014!

Leave a comment

Em 2013 comecei a escrever mais… poesias. E para isto usei um blog chamado Tresler. Lá comecei a postar minhas poesias e junto com estas atualizações tinha definido uma meta: publicar um livro de poesias até 31/dez/2013. E nesta meta, uma regra: possuir 100 histórias. Poderiam ser poesias, contos, crônicas, músicas.

Acabou que foram muitas poesias (muitas mesmo) e algumas crônicas. As poesias falam de tudo, amor, superação, lições de vida, assuntos que eu leio, ouço, vejo e vivo. Tem algumas poesias em inglês, a maioria em português.

Resultado? Livro “Real, Legal, Normal” publicado com 108 histórias. :-)

Quer me ajudar a tocar este projeto adiante? Dá de presente ele pra alguém! Compra pra você! :-D

Aproveita e curte a fanpage lá no facebook!

How bad do you want it?

1 Comment

I was thinking about some goals. About what I want to achieve. The end of the year is approaching… so I guess it’s quite normal to start thinking about next year plans.

When I first saw this video, the impact was both the restless guy training and the sentence:

When you want to succeed as bad as you want to breathe, then you’ll be successful.

It shows that we need to keep focused on what we want to achieve.

Help you creating constraints, so you can stop and change direction faster. Evaluate your progress frequently.

Make it happen!

You may wanna see a basketball version and with the real guy (Eric Thomas) telling the story. More on Eric Thomas? Check his website! Learn more about him.

Agile Day 2013 em Porto Alegre!

Leave a comment

Para fechar o ano do Grupo de Usuários de Metodologias ágeis do RS (GUMA-RS), lançamos o Agile Day Porto Alegre 2013, evento confirmado para o dia 11/dezembro.

Teremos várias palestras e neste dia faremos uma ação trabalhando para que as pessoas possam ter contato com linguagens de programação que não tem tanto contato. Serão várias “Hour of Code”. É isto aí.

Se você manda bem em Java e não conhece C#, fica o convite para você participar do Coding Dojo de C# que vai ser organizado pelo DevRS.NET. Se você não conhece sobre User Experience, vai poder participar de uma dinâmica para ganhar mais habilidades. JavaScript, C#, Ruby, Java, Delphi, serão as opções de linguagens de programação durante este dia.

#BusinessModelCanvas! Entrevista publicada!

Leave a comment

É um fato, eu gosto muito de trabalhar com modelos de negócios e entender como as pessoas e empresas podem desenvolver suas ideias criando serviços e produtos (que acabam por prover um serviço) que tenham reputação no mercado.

Tive a oportunidade de dar uma entrevista para o Tiago Bosco, da revista wide sobre Business Models e falando sobre o Business Model Canvas como base.

Dá uma olhada!

Uma outra história que você pode curtir é um vídeo que gravei sobre BMC.

Pratique o BMC, e em caso de dúvidas, manda um comentário, vamos falar sobre o assunto!

Palestra RS on Rails 2013 – Construa um produto. Quando? Neste final de semana.

Leave a comment

RsRails

Hoje foi dia do RS on Rails, evento da comunidade Ruby do RS. Eu gosto muito de participar do evento, pelo engajamento da comunidade. Reencontro com muita galera que eu respeito pelo trabalho que faz.

Fiz uma palestra com um título instigando o pessoal a criar um produto. Que seja até só para o fato de criar um. O objetivo não é fazer dar certo, mas entender o processo de pensamento e desenvolvimento da ideia. O pior que pode ocorrer nisso tudo é dar certo. :-)

Falei sobre muita coisa que gosto. A apresentação pegou alguns aspectos.

  1. Falar sobre a pessoa que vai querer criar o produto. Comentei características que precisamos desenvolver como profissionais.
  2. Depois falei sobre vontades, aí convocando o pessoal a pensar em ideias que querem fazer acontecer, criando algum tipo de restrição de tempo para fazer acontecer. Comentei aqui sobre o Business Model Canvas e sobre o Lean Canvas.
  3. Os medos. Muitas vezes não fazemos algo porque temos medo. Receio de falhar. Aí eu reforço que a falha já está nos acompanhando. Que o nosso objetivo é sair da inércia de estar em um modo falha. Isto nos ajuda a perceber que nada temos além de uma ideia, que provavelmente outras pessoas pelo mundo tiveram e algumas devem ter até implementado.
  4. As capacidades. Considero o conhecimento de Metodologias Ágeis, e no caso de quem é desenvolvedor, se especializar em práticas focadas na engenharia de software. Neste sentido o eXtreme Programming é a melhor das metodologias para focar. Também puxo no aspecto cultural, da melhoria contínua e cultura de aprendizado, prevenção. Neste sentido ninguém melhor que o Lean para puxar todo o conhecimento que precisamos. E no final comentei sobre momentos de reflexão. Precisamos parar para refletir sobre o que estamos fazendo, para podermos melhorar.
  5. E o plano? A base do plano vai nas premissas: (a) tudo é um experimento, (b) estamos funcionando em ciclos PDCA (Plan-Do-Check-Act) ou BML (Build-Measure-Learn) e (c) que apesar do mundo lá em cima nos sonhos ser lindo, estamos aqui para validar ideias. :-)
  6.  Ah sim, o plano!! Fui trabalhando com o pessoal aspectos que considero úteis para a montagem do plano de um produto, e algumas ferramentas que podem ser bem úteis para apoiar o processo. Na prática o que queremos aqui é conseguir clientes, nutrir eles e tratar bem, para que eles se tornem fãs do seu produto e serviço e praticamente defensores do que você faz. Eles vão ajudar a trazer novos clientes, porque vão se sentir parte do seu processo do dia a dia.

Eu gostei muito de fazer esta palestra. E espero que ela comece a render frutos. O ponto é que as pessoas que se cadastraram durante a palestra, e na prática qualquer um que se cadastrar a partir de hoje, vai fazer parte de um grupo seleto de pessoas que eu vou ajudar e trocar ideias sobre as coisas que estou testando e sobre coisas que eles queiram testar e criar.

Esta palestra provavelmente daqui alguns meses vai virar um curso, e até lá e depois mesmo, estas pessoas que estão me ajudando poderão ganhar novos conhecimentos enquanto eu vou ajustando e agrupando os conhecimentos para criar este curso.

Se interessou?

Então dá uma olhada nos slides aí e entra pro time.

Older Entries

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 4,139 other followers