CrowdSourcing e CrowdFunding – Ou a arte de pedir?

3215773584_b6703231f5_qNós podemos ajudar projetos e pessoas de várias formas. Através de trabalho voluntário ou através de doações, que muitas vezes não são doações, mas sim antecipações para apoiar um projeto, para que ele aconteça.

Você já ouviu falar no termo CrowdSourcing?

Quando falamos de CrowdSourcing estamos colocando a multidão para fazer acontecer, com sua opinião e força de trabalho. Saímos de um grupo com opinião limitada e vamos para a abundância do universo, onde podemos buscar e conectar com pessoas diferentes e interessadas nos nossos projetos. Acreditamos que as pessoas vão saber contribuir com opiniões e conteúdo para fazer acontecer.

O exemplo mais clássico deste tipo de processo de crowdsourcing é a Wikipedia. Qualquer um pode ir até lá, e trabalhar em cima de tópicos que se considera especialista. Ela mantém registro de todas as contribuições, e possui uma equipe de editores que ajuda a manter a ordem dentro do grande wiki.

Só que podemos ir além. Podemos pensar em projetos que precisam de um determinado investimento para acontecer. Ir em um banco ou pedir para os chamados 3Fs (Friends/Amigos, Family/Família, Fools/Bobos) pode não ser uma opção do seu interesse. Neste caso podemos fazer uso do conceito de Crowdfunding e criar um projeto com recompensas. Estas recompensas servem para que as pessoas que nos dão dinheiro tenham percepção que elas não estão simplesmente doando. Elas estão investindo, muitas vezes pagando de forma antecipada por um projeto que vai acontecer. Podem ser projetos de livros, música, esporte, ações sociais, não importa. O que importa é que este projeto deve envolver uma causa e pessoas interessadas nesta causa. É assim que ele vai sair do chão.

Quem ajuda? É todo mundo? Não. Quem ajuda então? Pessoas. Cada uma delas tem nome.  Quando fazemos uma chamada para todos ajudarem, para “galera” ajudar, fica fácil de sentir que a conversa não é com *você*, mas é sim! Pare para refletir se o chamado é seu ou não. Entenda as suas causas atuais!

Nós fazemos “DanielWildtSourcing” e “ColoqueSeuNomeAquiSourcing”. E muitos outros. São as pessoas que fazem as causas funcionarem e fazem os projetos acontecer. Não é a “galera” que faz a coisa acontecer, são as pessoas. Sou eu. E deveria ser você também.

Este texto foi feito depois que eu li BobSourcing, do Seth Godin.

Para ler mais sobre a arte de pedir, conheça a história da Amanda Palmer.

— Daniel Wildt (Você pode me ajudar? Veja como fazer parte do meu clube!)

One thought on “CrowdSourcing e CrowdFunding – Ou a arte de pedir?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s