A vida como um serviço. Acesso ou propriedade?

Falamos muito sobre posse, propriedade. Queremos ter coisas. Ah, eu tenho isso. Tenho aquilo.

Exemplo, uma bicicleta. Eu não tenho uma bicicleta, mas usando um serviço chamado Bike Poa, consigo usar bicicletas através de estações espalhadas pela cidade de Porto Alegre. Quer dizer, eu posso ter posse de uma bicicleta, mas dependendo da quantidade de uso que faço da mesma, posso optar por somente usar o Bike Poa e ter acesso a uma bicicleta. Não mais propriedade.

O exemplo mais clássico é de quem tem uma furadeira em casa, e da quantidade de uso que se faz dela.

Murilo Gun, que é um comediante brasileiro, fez uma palestra em um TEDx em 2013 e falou sobre “Life as a Service”, ou no caso, a vida como um serviço. O termo “as a service” ficou famoso no mundo de software. Hoje em dia quem deseja adquirir um software para trabalhar, acaba saindo do modelo de comprar a caixa do software nas lojas e compra uma assinatura, passando a ter acesso ao software em questão, enquanto seguir pagando pelo serviço. Sempre vai ter o software mais atualizado. O mesmo vai acontecer com quem migrou de serviços de locação de DVDs e passa a usar serviços como Netflix.

Na palestra o Murilo vai além, comentando sobre o fato da gente buscar o benefício e não o produto em si. Queremos água filtrada e gelada e não um filtro de água. Ele até comenta sobre o serviço da Brastemp, onde podemos ter acesso a filtros de água. Podemos ir além e pensar em brinquedos de criança. Muitas pessoas acabam fazendo uso de brechós para “trocar” roupas e brinquedos. Um serviço pensou diferente e trabalha o aluguel de brinquedos que podem se renovar conforme a idade e interesse da criança.

O mundo está se movendo cada vez mais para um modelo de acesso. Hoje uma das minhas empresas vende um software como serviço, para ajudar empresas nos seus desafios de mobilidade corporativa. Isto por si só já tem sido um desafio para o mercado brasileiro. As empresas estão aprendendo como funciona este processo e pouco a pouco estão aceitando deixar de ter posse dos softwares e passam a usar serviços que estão disponíveis na rede. Hoje em dia até o Office da Microsoft está em um modelo de acesso! (Nota que aqui estou falando de serviços que tem algum tipo de cobrança. Não estou aqui falando de softwares gratuitos ou ainda soluções de Software Livre (OpenSource), simplesmente pelo foco do post. Posso falar deles em outra oportunidade ok? Segue no fluxo.)

O Murilo faz um desafio para que os participantes pensem em novos serviços e que se pense em modelos de negócio pensando o conceito de acesso e não de propriedade. Então eu vou deixar duas dicas e uma provocação, para quem quiser seguir neste pensamento:

Dica 1: Assiste o meu vídeo no Youtube sobre Business Model Canvas (BMC), que mostra uma forma legal de você pensar em um modelo de negócio, com todas variáveis que são importantes: público alvo, canais de divulgação, relacionamento, valor a ser gerado, custos, faturamento, atividades, recursos e parcerias. Mais recentemente, fiz um outro vídeo falando mais sobre faturamento e custos.

Dica 2: Olha o projeto mútuo.cc, que permite que as pessoas tenham acesso a produtos e possam compartilhar o uso do mesmo.

Provocação: No mês de julho/2014 estarei fazendo em Porto Alegre um StartupDojo + Da Visão à Produção, um evento onde vou ajudar pessoas a montar seus projetos, criar planos B e enfim, colocar e depois tirar ideias do papel. Independente deste evento, interagindo comigo neste post, me coloco a disposição em ajudar você a colocar seu projeto em teste, indicando caminhos e ligando você a pessoas que podem te ajudar no caminho. Se interessou? Manda uma mensagem aí!

2 thoughts on “A vida como um serviço. Acesso ou propriedade?

  1. Adorei o post e tb acredito nesta idéia mas… algumas coisas ainda necessitam pertencer a nós e aos outos nao sendo possivel somente o acesso a elas. Nem td funciona assim…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s