Não mate os aprendizados do passado

A cada ganho de consciência, a cada novo aprendizado, tenha por hábito adicionar na sua base de conhecimento. E nada precisa ser removido.

Para algo novo acontecer, você não precisa matar o que está lá e funcionava bem até então. Você chegou neste novo patamar por saber o que sabe até agora.

Note, não estou falando para você ficar parado. Lembre do que Deming diz: mudar não é necessário, já que a sobrevivência é opcional.

🙂

Quer dizer, precisamos mudar, inspecionar e adaptar (scrum), refletir e melhorar (lean), sem dúvida alguma.

Só que não preciso dizer que o antigo era ruim. E que precisa morrer. Simplesmente no contexto atual existem ferramentas, métodos, extratégias que parecem fazer mais sentido.

Ok!

Mas nada disso é motivo para você matar o que já foi aprendido e praticado.

Agregue, aprenda, congregue, veja o que faz sentido para o seu contexto.

E lembre: certificações e metodologias enlatadas não vão salvar sua empresa. Prática, desenvolvimento de percepção/consciência, melhoria contínua daquilo que foi praticado por quem praticou, excelência técnica e atitude, sim.

— Daniel Wildt (assine meu canal do youtube)

P.S.: post inspirado depois de lembrar de posts infelizes como “lean is dead”, “scrum is dead”, “agile is dead”, “pmbok is dead”, “tdd is dead”, “email is dead” e assim vai. 

P.S.2: Lembrar também: No Silver Bullet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s