Quanto menos indivíduo me percebo, mais comum me encontro

Talvez seja um reflexo do “ser inútil”, princípio que me segue faz um bom tempo já. Tenho percebido que cada vez menos quero me perceber como “protagonista” e cada vez mais como “força de um movimento maior”.

Me parece que a força do todo, quando descentralizada, ganha. Como toda comunidade, quando o sentido de movimento é o mesmo, quando se encontra algo que seja comum a todos movimentos.

Continuar a ler

Sobre a morte?

Ela está presente e vai acontecer na nossa vida a ao redor da nossa vida. Pessoas que amamos, pessoas que conhecemos, animais que vivem e nos complementam de diversas formas. E aí? Melhor deixar para lá e deixar a vida acontecer, ou ser intencional sobre o que estamos fazendo?

Continuar a ler

Rolling Stones and Kierkegaard? Be kind to yourself.

Sometimes we believe that a world with justice is one where people have everything they “deserve”. That can be something good or bad.

I don’t know what you think, but I don’t get everything I believe I deserve (just good stuff)… and sometimes I don’t even know if I really want it.

It may be just something to look for, not a real destination?

But let me tell you more about this tittle. Well…

Continuar a ler

Qual a sua parte?

Você se alimenta primeiro para garantir a sua parte ou espera quem precisa se alimentar primeiro para depois ver o que sobra?

Você atua para garantir abundância do sistema ou trabalha ativamente para gerar escassez?

Continuar a ler