Repetição pode ser bom para treinos, mas quando vira o dia da marmota… melhor entender o que pode mudar.

Quando os dias parecem ser sempre exatamente iguais, estamos com um problema.

E esse “sempre igual” não falo sobre forma. Podemos ter uma vida com ritmo de rotina. Estudos em determinados horários, esportes em outro, alimentação com pontualidade. Nada disso determina que os nossos dias e sensações sejam iguais.

Os nossos treinos precisam nos desafiar e nos melhorar em alguma coisa. Mais resistência, mais rapidez, mais agilidade, mais potência ou mais consciência. Alguma coisa ou mais de uma coisa deveria estar acontecendo.

O mesmo vale com as nossas relações. Se todos os dias estamos “irritados” com o mesmo assunto, algo está errado. Aqui vale lembrar sobre o que está no nosso controle. E não é mudar a outra pessoa. Tem mais a ver sobre como a gente recebe o assunto, sobre como podemos passar a aceitar e sobre modo podemos atuar.

Cuide para não deixar seus dias serem sempre iguais e ainda mais considerando assuntos que você sabe que não tem controle. O tal do dia da marmota pode ser bom, mas só para nos entreter na ficção de um filme.

— Daniel Wildt

Este conteúdo fez sentido para você? Você pode apoiar e acompanhar meu processo de criação de conteúdo mais de perto! Apoiando financeiramente você pode participa da comunidade e recebe antes as entregas que realizo no projeto “A filosofia da tranquilidade”. Acesse apoia.se/dwildt e entenda sobre valores e entregas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s