Vai passar, afinal tudo é passageiro. Ou é cíclico?

Tudo é passageiro?

Eu penso que muita coisa funciona em ciclos, já escrevi sobre isso. Agora fiquei pensando que as sensações também podem ter esta base. De tempos em tempos podemos querer ter determinadas sensações. Pense aqui por exemplo pessoas que de seis em seis meses ou anualmente fazem períodos de férias e criam experiências.

Na prática considerando que procuramos conforto de forma constante, mesmo sendo uma sensação passageira, ela pode voltar a se repetir. Seja por querermos, no caso de experiências que projetamos, ou por não entendermos, no caso de comportamentos não compreendidos.

Neste caso pensar em algo ser passageiro, dizer que as coisas vão passar, pode ser uma forma de imaginar que daqui algum tempo o tal assunto vai embora ou se resolve. A pergunta é se resolve mesmo ou se o assunto vai aparecer novamente daqui algum tempo, ou pior, vai aparecer fortalecido e muito mais complexo que a versão presente dele.

Em tecnologia a gente costuma usar o termo “incidente“, para indicar algo que acontece de forma não determinada. Só que no final do dia queremos entender sobre estes incidentes para poder centrar no real problema, para aí então resolver de forma definitiva. Uma das piores sensações, na minha experiência trabalhando com software, é um problema que retorna. Resolvemos isso criando estruturas de validação, padronizando a forma como avisamos de problemas em sistemas, por exemplo.

No dia a dia da vida, entendo que o uso de diários (journal) me ajudam a entender meus processos. O documentar por si só me ajuda muito também. Inclusive quando consigo transformar o processo de documentação em aprendizado.

Vai passar? Sempre passa. O jogo é entender se vai acontecer novamente ou não. E aí depende só da gente.

— Daniel Wildt

Este conteúdo fez sentido para você? Você pode apoiar e acompanhar meu processo de criação de conteúdo mais de perto! Apoiando financeiramente você pode participa da comunidade e recebe antes as entregas que realizo no projeto “A filosofia da tranquilidade”. Acesse apoia.se/dwildt e entenda sobre valores e entregas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s