O que realmente depende de você?

O que realmente depende da nossa ação?

Muitas coisas não precisam da nossa atenção, mas por algum motivo acreditamos que a nossa intervenção é necessária.

Por vezes confundimos a nossa ação com um ato heróico. Algumas pessoas conseguem até ouvir uma música enquanto estão resolvendo um assunto que deveria ser resolvido por outras pessoas.

Lembro quando estava estudando sobre Ricardo Semler e passei pelo termo liderar por omissão. Eu leio esse termo como uma condição de confiança, de estrutura disponível para entregar o trabalho a ser feito com qualidade. O grande jogo deste modelo é entender que a pessoa que assume o trabalho assume presença, responsabilidade e passa a liderar assuntos.

Este princípio conecta muito com o meu primeiro princípio: o ser inútil. Eu quero criar um ambiente para que as coisas aconteçam.

— Daniel Wildt

Este conteúdo fez sentido para você? Você pode apoiar e acompanhar meu processo de criação de conteúdo mais de perto! Apoiando financeiramente você pode participa da comunidade e recebe antes as entregas que realizo no projeto “A filosofia da tranquilidade”. Acesse apoia.se/dwildt e entenda sobre valores e entregas!

Um pensamento sobre “O que realmente depende de você?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s