Eu preciso de pessoas para fazer projetos saírem do chão!

Eu tenho uma estrutura de aprendizagem “solo”, que cultivo desde “1900 e pulso único”, onde passava horas estudando nas madrugadas “pagando pouco” pela internet.

Quando comecei a criar meus projetos e empresas, não demorou muito para que eu aceitasse que eu precisava de mais pessoas para fazer acontecer.

Em diversas situações e grupos que participei tive por vezes atuações heróicas, mas o gosto depois destes atos sempre foi amargo, junto com um cansaço e desgaste que eu não precisaria ter caso estivesse operando em bloco.

Em 2019 comecei a modelar novos projetos paralelos, e eles já saíram do chão com uma estrutura que veio pra me restringir, e impedir que eu faça “tudo sozinho”.

Os projetos passam a ter uma visão de rede e comunidade. Rede é quem atua no projeto e conecta com um nível de apoio da operação. Comunidade é quem é impactado pelo projeto e colabora com o mesmo em divulgação e construção do conhecimento coletivo. As pessoas da comunidade estão ali pelo objetivo do projeto, e uma cadência é estruturada para permitir conexão e engajamento das pessoas.

Além disso meus projetos passaram a ter uma visão de impacto financeiro e social. O social sempre esteve na minha prática, através de bolsas (hoje na Wildtech temos uma prática de bolsas de estudo para quem está sem trabalho ou mudando carreira). Agora, o financeiro era um constante causador de problemas, pois por vezes eu estava atuando como um financiador de uma determinada iniciativa, e estava gastando tempo e dinheiro para sustentar sem consciência de resultado nem objetivos. Não ajudava ninguém operar assim.

Então, os projetos que começaram a rodar em 2019 tinham pessoas parceiras rodando junto e também consciência financeira. Em 2020 iniciei outros projetos, e mesma coisa. Chama gente pra fazer acontecer e dar potência. Junto, constrói consciência.

Claro que não é simplesmente “trazer pessoas”. Entra em uma combinação de habilidades e responsabilidades. Também conecta com “qual motivação a pessoa tem” para acrescentar ao projeto.

— Daniel Wildt

Extra: sobre meus projetos paralelos, fiz um post falando mais sobre eles.

Este conteúdo fez sentido para você? Você pode apoiar e acompanhar meu processo de criação de conteúdo mais de perto! Apoiando financeiramente você pode participa da comunidade e recebe antes as entregas que realizo no projeto “A filosofia da tranquilidade”. Acesse apoia.se/dwildt e entenda sobre valores e entregas!

Um pensamento sobre “Eu preciso de pessoas para fazer projetos saírem do chão!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s