Consciência do tempo de qualidade

No inglês existe um termo chamado de JOMO – Joy of Missing Out. Este termo existe, porque muitas pessoas tem medo de perder algo no seu calendário ou das redes sociais que participam. Essas pessoas vivem no FOMO – Fear of Missing Out.

O ponto base é que precisamos antes de ter qualidade de vida, ter consciência dela, da nossa vida. E isso é ponto chave. Nem falo para que se mude algo, mas para que algo possa começar a ser observado. E aí talvez exista espaço ou necessidade para uma mudança.

Continue reading “Consciência do tempo de qualidade”

Tempo Kairós x Chronos?

Quanto tempo de qualidade você tem conseguido no seu dia a dia? Qual a sua medida para saber se agora, lendo este post, você está tendo um tempo de qualidade?

Note, eu tenho certeza que ele tem valor para muita gente, mas a pergunta é se ele tem o valor agora, neste momento? Será que não tem nada mais importante para você alcançar agora? Onde sua energia e dedicação possam ser melhor aproveitado?

Continue reading “Tempo Kairós x Chronos?”

Comprometimento da equipe? #dwildt101 ep 37

George Bonespírito mandou mais uma pergunta, desta vez falando sobre motivação e comprometimento das pessoas:

“… O comprometimento da equipe também esta relacionado com a motivação dos membros? Onde entra a Motivação 3.0 neste caso?” — George Bonespírito

Então resolvi fazer um Daniel Wildt responde falando um pouco sobre comprometimento e assuntos relacionados que considero úteis para “gerar” esse comprometimento.

Continue reading “Comprometimento da equipe? #dwildt101 ep 37”

Tempo de fazer, tempo de gerenciar. Você percebe? #dwildt101 ep 33

No episódio 33 do Daniel Wildt responde, sigo a discussão de um snap que publiquei recentemente. Estou no snapchat com o id “dwildt“.

Lá conversei sobre a importância de entendermos nossos momentos de tempo de fazer e tempo de gerenciar.

Continue reading “Tempo de fazer, tempo de gerenciar. Você percebe? #dwildt101 ep 33”