Entrevista com Cecilia Burtet sobre hackerspaces, aprendizado e ciência aberta – #CaminhoEmpreendedor

Durante o FISL de 2015, tive a oportunidade de conhecer algumas histórias, entre elas a da Cecilia Burtet, pesquisadora sobre assuntos muito legais. Depois de conversarmos um pouco, resolvi gravar em vídeo para que outras pessoas possam conhecer o trabalho dela. Cecilia é autora da Dissertação de Mestrado “Os saberes desenvolvidos nas práticas em um hackerspace de Porto Alegre”. Confira aí.

Continue a ler “Entrevista com Cecilia Burtet sobre hackerspaces, aprendizado e ciência aberta – #CaminhoEmpreendedor”

Seja o que quiser ser e também seja um desenvolvedor de software!

Não. Não estou dizendo que é fácil. Desenvolver software é uma arte. Requer muita responsabilidade, e qualidade técnica no trabalho que é feito. Pode ser um segundo fluxo de valor na sua vida, uma diversão, ou sua renda principal.

No mínimo, uma forma de aprendizado e de desenvolvimento de novas capacidades.

Continue a ler “Seja o que quiser ser e também seja um desenvolvedor de software!”

Projeto Startup no DUG-RS inicia sábado 26 de maio de 2012!

Uma das coisas que acredito, é que um desenvolvedor deve ser capaz de desenvolver um software por completo. Gestão, comunicação, análise, codificação, testes, automação, infra… e desenvolvimento de produtos! Ser um empreendedor, ser inovador, sempre em busca de desafios.

Mas como conseguir evoluir em todas estas áreas? Primeiro, o ponto é entender quais destas áreas você realmente gosta e quer ter excelência técnica. E buscar formas de criar, aprender, inovar.

O Grupo de Usuários Delphi do Rio Grande do Sul inicia neste sábado o “Projeto Startup“. A ideia é reunir a comunidade Delphi e criar algo, com as seguintes características:

  • Conceber um produto, usando técnicas de desenvolvimento de produtos, como se este grupo fosse uma startup. Criar experimentos e buscar criar um produto que cresça e ajude um determinado segmento de clientes.
  • Desenvolver e promover o software livre, criando um ambiente de colaboração e liberdade para quem desenvolve com Delphi e quer aprender e ensinar.
  • Permitir que as pessoas possam evoluir em áreas onde tenham interesse, seja análise, design, usabilidade, programação, infra estrutura.
  • Buscar inovação, sejam com tecnologias do Delphi ou tecnologias relacionadas, exemplo Amazon Web Services.
  • Permitir evolução técnica da comunidade Delphi.
  • Uso de práticas e disciplinas e princípios das Metodologias Ágeis.

E onde eu entro nesta? Bom, fundei o DUG-RS em 2004 e estarei sempre ajudando a comunidade a se manter. E neste evento específico, estarei iniciando este trabalho com o pessoal, através de uma versão “extra-super-light” do Workshop Da visão a  Produção, ajudando o pessoal a desenvolver um novo produto, entendendo o que pode ajudar algum nicho de mercado e entregar de forma efetiva e constante um produto desenvolvido de forma colaborativa pela comunidade.

Então é isto. Sábado, 26 de maio de 2012, a partir das 08h45min, na Faculdade Dom Bosco em Porto Alegre, inicia o Projeto Startup do DUG-RS! Se você gosta de delphi, análise de negócios, desenvolvimento de produtos, startups, open source, métodos ágeis, este é o momento! Apoie e ajude!

How technology evolves in a team?

Dilbert is always nice. On Oct 17th 2011, the comic strip was about building a 5-year technology plan for the CEO.

How is technology evolving in your team nowadays?

What triggers new technology to be selected for a proof of concept, for some sort of research or even for an internal project?

Here are some options you can think about:

  • Presentation events: build a morning or a night to get the team together and have lightning talks, 5-10 min talks about technology, management, out-of-box-thinking, things that can spark, trigger new directions to the team. Examples are TED talks or Desconf (in portuguese – this is an initiative I help).
  • Coding Dojos: having a regular coding dojo agenda, can help the team to practice their programming skills, try different languages and frameworks. With this, new ideas will come up eventually and there you go, more options to use inside the team. You will also work on pairing skills, test automation skills and will find a better team integration.
  • Hackatons: Think about initiatives like Rails Rumble or Random Hacks of Kindness (RHoK). Think about days where people get together to solve a problem, trying some engagement in the local community.
  • Blogs: tell people what are you learning and share knowledge. Telling what your team is trying, without violating some internal rule with the company. Creative Commons content. You will probably show something that is already online, but making it easy for someone else to find and use the documentation.
  • Yammer or other internal social network like Chatter: show what are you doing internally. Motivate others. Create some groups where people with same interest can share ideias and promote. Create a more online and active team sharing what’s happening. It’s a way between IM (sync) and e-mail (async) communication. And a form of communication where you want to be short and concise.