Pertencimento

Buscamos pessoas que se encaixem na nossa cultura. E amanhã, quando a cultura mudar, o que você faz com todas estas pessoas? Troca?

Encaixar ou pertencer? Essa é a pergunta que deixo para você desde agora, até o vídeo que gravei pra mim em junho de 2018. Eu já tinha entendido um recado da vida, mas demorei quase 2 anos para entender.

Eu sempre faço vídeos para alguém. Esse era pra mim. E eu não percebi.

Continuar a ler

Presença nas redes sociais x carreira profissional = Planejamento e foco

Com quantas redes sociais se faz uma presença na internet? Estava lendo faz um tempo, um post do Interney sobre isto. Ele tem presença em muitas redes, mas como gerenciar tudo isto?

Vou relatar como tenho usado redes sociais. O objetivo de estar presente nas redes sociais, é poder manter e crescer networking. E acima de tudo, contribuir, colaborar, ensinar e aprender. Enfim, me divertir! 🙂

Networking + Currículo Vitae = LinkedIn, que me ajuda a manter contato com colegas de empresa e de pessoas que conheço em eventos de tecnologia. O conteúdo que publico por ali é 110% profissional.

Atualização de questões profissionais, exemplo palestras, artigos e coisas que acho interessante em tecnologia = Twitter (@dwildt). Tento focar muito para que tudo o que sai no @dwildt seja focado em tecnologia, grupos de usuários (exemplo o GUMA-RS ou DUG-RS ou RSJUG), metodologias ágeis (Pingos de Agilidade e aqui mesmo) ou divulgando algum site que mantenho, exemplo o Tresler (literatura / música) e o RS Basketball (Basquete)… e alguns blogs que vão virar produto (aguarde e confie) como o Compre Pouco. Ufa! Como dá para notar, busco a maior influência através de tweets. 🙂

Coisas mais pessoais ou, TV, Filmes, Nike+ (vai ter post em breve), e FourSquare/Swarm = Facebook. Aqui é mais liberado, me permito lançar coisas mais pessoais do que no caso do Twitter, que sempre tem um foco no lado profissional. Tenho usado o Snapchat neste sentido também.

Fotos = Flickr e Instagram. E que nestes casos normalmente vão acabar indo para o Facebook. Se for de algum evento de tecnologia, acaba indo para o Twitter. Para trabalhar o “online” uso o snapchat, para contar uma história, ou uma declaração.

Vídeos = youtube para vídeos atemporais e nos inusitados ou mais objetivos, instagram, snapchat ou facebook

Apresentações = Slideshare. Tenho colocado por lá as apresentações que faço e não tenho mais enviado PDF para cá e para lá com as mesmas. Agora uso menos por trabalhar muito com mapas mentais (e neste caso o instagram ganha mais) ou muitas vezes nem uso apresentação visual. De qualquer modo, normalmente vai pro youtube. 🙂

E Google+, We Heart It, FormSpring (#RIP), Pinterest, MySpace, GoogleReader (#RIP), Orkut (#RIP)? Eu até tenho um “login”, mas não dou atenção para elas como para as citadas acima.